Leitura para os pequenos. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

Halibut Jackson

20.04.2016

Acredito que um dos programas preferidos daqueles que amam livros, sejam passear pelas bibliotecas e livrarias.

 

Bem, comigo não é diferente. E foi passeando vagarosamente pela livraria da Travessa da minha cidade, que encontrei um livrinho bem interessante.

 

Primeiro li a resenha atrás do livro, e o que me chamou a atenção foi: “Halibut Jackson é tímido... Halibut Jackson não gosta de ser notado...”

 

Isso soou bem familiar para mim. Afinal, convivo com a timidez desde a infância e só o fato de me expor em redes sociais já é um desafio e tanto.

 

Aliás, se isso “pegasse” poderia dizer que passei para meu filho mais velho... mas vamos a história.

 

O nome do livro é estranho e até difícil de pronunciar, mas a história é muito boa. Eu mesmo me identifiquei muito com o personagem e acredito que os mais tímidos irão se identificar também.

 

Afinal, quem já não sentiu vontade de se tornar invisível em algumas situações? Eu pelo menos, várias vezes.. E em diversas ocasiões..

 

O título da obra é: “ Halibut Jackson”. O autor e ilustrador chama-se David Lucas. Eu não o conhecia, mas vou verificar se ele tem outras obras publicadas, e depois informo para todos.

A editora é a Martins Fontes e o livro tem 29 páginas bem ilustradas.

 

A história é sobre um garoto chamado Halibut Jackson. Ele é muito tímido e não gosta de ser notado.

 

Em razão disso, adotou uma estratégia. Ele criava roupas diferentes de acordo com o local em que frequentava. Tinha a roupa para ir ao parque. A roupa para fazer compras. Outra para ir a biblioteca... Todas elas tinham o mesmo objetivo. Torná-lo parecido com o lugar em que estava. Assim, ninguém o notaria.

 

Se estava no parque, a roupa tinha coloração verde e marrom. Se estava na biblioteca sua roupa parecia um livro. Podemos dizer, que ele se inspirou no estilo do camaleão - animal que vive se camuflando de acordo com o local em que está para se esconder das presas.

 

Só que no caso de Halibut Jackson, o perigo era ser descoberto pelas pessoas.

 

Ele foi esperto, já que sua tática sempre funcionava. E essa ideia do autor é genial, porque além de prender a atenção do leitor com a história, a criança ainda se diverte, pois tem que encontrar o personagem perdido no cenário.

 

Halibut Jackson vivia sua vida assim. Quase sempre ficava sozinho em casa. E quando precisava sair, usava suas roupas especiais.

 

Passava despercebido onde quer que fosse. E tudo ia bem para ele, até o dia em que recebeu um convite. Era um convite muito importante. Tinha letras douradas e prateadas e o convidava para uma festa no palácio.

 

Ele ficou surpreso. Só conhecia o palácio através de fotografias. Ele queria muito conhecer o lugar pessoalmente.

 

Mas era tímido. Tinha muita vergonha. O que ia fazer?

 

De tanto pensar nisso sonhou com o palácio. E ao acordar teve uma grande ideia.

 

Começou a criar uma nova roupa. Toda prata e dourada com muitas pedras preciosas. Iria ficar igual ao palácio. Ele poderia ir sem ser notado.

 

E chegou o grande dia.

 

E lá foi Halibut Jackson para a festa no palácio. Tinha a certeza de que novamente sua roupa o protegeria. Ele ficaria praticamente invisível. Estava igualzinho ao palácio.

 

Mas dessa vez, tudo foi diferente.

 

Algo o surpreendeu. Afinal, como ele poderia imaginar que a festa fosse acontecer justamente nos jardins do palácio? Havia muita gente reunida. E todos o notaram. Sua roupa destoava da vestimenta dos outros convidados.

 

Era uma roupa nobre. Prateada e dourada com pedras preciosas. E lá estava ele. No meio de árvores verdes e pessoas com roupas coloridas.

 

Halibut Jackson virou o centro das atenções. As pessoas olhavam para ele com admiração. Todos na cidade queriam uma roupa como a dele.

 

Muitos foram pedir que ele fizesse uma dessas. E ele fez. Uma para o rei, uma para rainha... e não parou mais.

 

No final da história, a vida de Halibut Jackson muda totalmente. Ele abre uma loja na cidade. Vende tecidos, roupas e chapéus e tem seu nome bem grande no letreiro.

 

Começa a ter muitos amigos e é sempre notado.

 

Ele não deixou de ser tímido, mas tenta não ligar muito para isso.

 

Um livro realmente agradável. Recomendo a leitura para crianças de todas as idades. Os pequenos com 6 e 7 anos já poderão ler sozinhos, se quiserem.

 

Achei interessante o modo como o autor trata de um tema como a timidez. Ele cria uma história divertida, em que a criança é obrigada a interagir com o cenário.

 

Gosto de livros que tratam determinados temas sem muita lição de moral ou finais previsíveis.

 

Já li aqui em casa. Eles gostaram e ainda ficamos brincando de quem achava o Halibut Jackson mais rápido.

 

Espero que todos gostem. E tenham um excelente feriado.

 

Aproveitem para encontrar o nosso amigo Halibut Jackson.

 

 

 

Please reload

Posts Destacados 

O Búfalo que só queria ficar abraçado

30.09.2019

1/10
Please reload

Posts Recentes 

26.09.2019

26.09.2019

26.09.2019

Please reload

Siga
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • YouTube Long Shadow
  • Instagram Long Shadow
Meus Blogs Favoritos
Procure por Tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload